sexta-feira, setembro 29, 2006

Perfil - III

Acalma os dias com uma voz de rio escorrendo. Acorda atrasado para o descanso. Desperta a preguiça, traga as primeiras incertezas ainda cedo, boceja o banho. Deixa o café lhe absorver. Caminha tentando escapar do movimento, desvia dos passos, plagia a própria sombra. Não consulta o relógio, é mais lento que o tempo. Exercita o sedentarismo pela manhã com a agilidade de um veleiro, cansa horas sem correr. Conversa calado com o silêncio, sempre o mesmo assunto. Prevê a solidão, engana o imprevisto. Antecipa indecisões para não ter que omitir a decisão de ultimo momento. Anda pelo acostamento para que a velocidade o deixe pra trás. Repete histórias de vida aos amigos, sem notar que a vida o repete. Resiste à oportunidade, escreve torto em caminhos certos. Trabalha como quem distrai as horas. E sua hora significa o mesmo que um minuto, segundo ou dia, qualquer tempo é semelhante. Distrai-se como quem cuida do trabalho. Segue dieta de acontecimentos, porções leves de indiferença divididas em ações de baixa caloria. O comodismo é seu nutricionista. Tem pesadelos com as mais assombrosas mudanças todas as noites, corre para a cama dos medos velhos. Dizem que seu passado pode ser escrito em três páginas. E seu passado é uma copia do presente, imitação do futuro. É fiel a copia, cultiva igualdade com talento de artista consagrado.

É prisioneiro do banal por vontade própria. Economiza na vida para subornar a morte.

Marcadores: , ,

22 Comentários:

Blogger Nanna disse...

Um suborno tardio e inútil...

Beijos...

sexta-feira, 29 de setembro de 2006 19:03:00 BRT  
Anonymous Paulo Vigu disse...

Voz de rio escorrendo, agilidade de um veleiro, acostamento, talento de artista consagrado - tudo isso são pistas desse prisioneiro do banal, mas, entrelinha, há um ser profundo. Belos paradoxos - Riodaqui/PauloVigu

sexta-feira, 29 de setembro de 2006 20:00:00 BRT  
Anonymous Esdras disse...

Esse perfil eu conheço...

Um forte abraço e não poderia deixar de falar: SENSACIONAL!

Esdras

sexta-feira, 29 de setembro de 2006 22:17:00 BRT  
Blogger Mônica Góes disse...

"Tem pesadelos com as mais assombrosas mudanças todas as noites, corre para a cama dos medos velhos."

É exatamente assim que me sinto. Amei toda dicotomia.

sábado, 30 de setembro de 2006 02:05:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

É!
O crescimento reduz a significância do que acontesse.Mas só vive quem cresce.
A mudança causa as dores do esticar das emoções e do choque das novas interações. Mas só vive quem muda.

Fernando, seu novo ciclo de "rascunhos" está excelente e nos proporciona o prazer das reflexões.

Um abraço.

Walter

sábado, 30 de setembro de 2006 08:55:00 BRT  
Blogger Mônica Góes disse...

É, caro colega... o problema é quando deixamos de ser não o que ainda desconhecemos. Não o que gostaríamos de ser.

Mas é triste quendo deixamos de ser o que fomos um dia. Principalmente quando fomos muito melhores e acabamos por nos tornar um ser insosso, apagado, borrado.

Algumas pessoas possuem o poder de passar um bocharra nas partes mais coloridas do nosso jeito de ser. E as tintas se misturam, ficam rasuradas. E com esta mistura, os estados emocionais. Ora de muita coragem, ora de total impotência. Ora de muita alegria, ora de tristeza profunda.

Enfim... "às vezes eu quero chorar, mas o dia passa e eu esqueço..". Fatalmente eu esquecerei...

Seu link está devidamente registrado no meu cantinho. Que não é tão poético quanto o seu, mas que reflete também a alma.

sábado, 30 de setembro de 2006 10:06:00 BRT  
Blogger Claudio Eugenio Luz disse...

Porreta! Quando o corpo não consegue ser sujeito da história, então a esperança está no fundo do poço; porém, ainda notei uma réstia de luz na escuridão.

hábraços

sábado, 30 de setembro de 2006 10:18:00 BRT  
Blogger douglas D. disse...

o "kleinen mann" reicheano...
abs.

sábado, 30 de setembro de 2006 13:35:00 BRT  
Anonymous Márcia(clarinha) disse...

Apesar de tudo ainda resta um alento de que amanhã será diferente, que o corpo reaja à mente e que o suborno seja de vida para vida...
Lindo findi querido
beijosssssssss

sábado, 30 de setembro de 2006 13:42:00 BRT  
Blogger adelaide amorim disse...

Voltei aqui e tornei a gostar de seu texto. Prosa e poesia de boa qualidade. E o fecho do Perfil está perfeito. Um abraço, Fernando.

sábado, 30 de setembro de 2006 16:13:00 BRT  
Blogger Elenita disse...

Preciso dizer que te acho brilhante? =)

Um beijo.

sábado, 30 de setembro de 2006 20:23:00 BRT  
Blogger Iúna disse...

é tão bom conversar calado com o silêncio. Vc é formidável meeeeesmo.

domingo, 1 de outubro de 2006 15:03:00 BRT  
Anonymous sandra disse...

Olá, moço!! Extasiada com as tuas palavras... Imagens perturbadoras e dissonantes perfeitamente combinadas... Simplesmente apaixonante!! Meu beijo

domingo, 1 de outubro de 2006 17:35:00 BRT  
Blogger Tiago disse...

bela semiótica poética, meu chapa. abraço.

domingo, 1 de outubro de 2006 17:46:00 BRT  
Anonymous Line disse...

Só que a morte não aceita como suborno uma sobrevida..
p.s.: Tô mais fã! bjos!

domingo, 1 de outubro de 2006 18:18:00 BRT  
Blogger Leila Lopes disse...

não deseja o movimento, desvia:
insignificante é a vida?
nunca sei como é fácil viver.
Beijo, nando.

domingo, 1 de outubro de 2006 18:48:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

domingo, 1 de outubro de 2006 22:22:00 BRT  
Anonymous Rafaella disse...

Fernando, nestes dias em que não estou trabalhando eu me sinto exatamente assim, é como se eu estivesse a todo tempo tentando adiar a minha vida. "a vida o repete" é exatamente isso! a vida me repete, tem horas que quase me canso dela.
Acho que por hoje encontrei meu desabafo, e novamente vou salvar e escrever alguns trechos na minha agenda... Posso?
Obs: vou colocar a sua autoria!
Beijos meu querido, e boa semana.

domingo, 1 de outubro de 2006 23:26:00 BRT  
Blogger Fernando Palma disse...

Comentrio excluido = span .

segunda-feira, 2 de outubro de 2006 00:19:00 BRT  
Anonymous Clara disse...

Lembro-me de algo que escrevi, parecido, mas sem subornos... rrs
Adorei!!! Beijos pra você!
Trago qualquer coisa in-diferente pra alegrar teus dias!

segunda-feira, 2 de outubro de 2006 17:55:00 BRT  
Anonymous Clara disse...

Pefil... Gostei também disso...
"Complicado e perfeitinho"
1000000000000000000 fases...
Será? rs

segunda-feira, 2 de outubro de 2006 17:56:00 BRT  
Anonymous Garota bossa-nova disse...

Passando para dizer que vc continua cad dia melhor!Um beijo bem grande e boa semana!

segunda-feira, 2 de outubro de 2006 20:41:00 BRT  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial