sexta-feira, novembro 25, 2005

A medida

Não gosto de delimitações. O atleta não se contenta ao atingir sua melhor performance, mas ao ultrapassa-la. Tudo que não ultrapassamos na vida, a vida nos ultrapassa. O pouco não abastece, o normal deixa a desejar. Consulto as bulas para saber como exceder as dosagens. Não meço a emoção pela quantidade de batimento cardíacos.
Não quero chegar somente aonde pretendo, meus anseios não se contentam com caminhos traçados. A natureza não segue metas. O rio não calcula por onde passará, o espaço não restringe seu fluxo. Os sonhos têm afinidade com tudo que não é simples. Gosto do equilíbrio, mas a intensidade é a moderação da felicidade. Não me diga que não ouse, não tente, não ouça, não prove, não trepe, não, isso não, isso é loucura. A maior insanidade é a opção pelo comum. Nunca segui medidas, viver é meu exagero.

Marcadores: , , ,

17 Comentários:

Anonymous Aninha disse...

Passei aqui só pra dizer que apesar de pouco, continuo visitando o seu blog e adorando os seus textos.
Parabéns mais um vez.
Beijos.

Ahhh peguei uma frase sua emprestada, pode? rsrs

sexta-feira, 25 de novembro de 2005 23:28:00 BRST  
Blogger damadespadas disse...

Grande frase!"Tudo o q não ultrapassamos na vida, a vida nos ultrapassa." Pois é, a vida são dois dias e um é para acordar as histórias de encantar. Portanto...toca a viver intensamente.Comentam loucuras.Arrisquem.Amem...
Um abraço
Damadespadas
P.S. - Há muito tempo que já era para passar pelo teu blog...foi hoje.lol

sábado, 26 de novembro de 2005 02:13:00 BRST  
Blogger Claudio Eugenio Luz disse...

Como já diziam os antigos gregos: o ser humano é a medida de todas as coisas. Nesse caso, há a necessidade de ultrapassar determinadas medidas e,rompendo todos os obstáculos e ditos, ir um pouco mais além.

.

hábraços, claudio

sábado, 26 de novembro de 2005 12:59:00 BRST  
Anonymous leila disse...

Nada para trás, ou incompleto, nada de querer menos, quando se deseja mais. Fico tão perto de ti, quando enxergas a vida assim tão precisa. Sempre aqui. Meu beijo.

sábado, 26 de novembro de 2005 13:10:00 BRST  
Blogger Rubens da Cunha disse...

Texto curto que vale por todas as milhares de páginas inúteis da auto-ajuda. se os caras te lessem iam saber o que era bom.
abraços,
rubens, tentando exagerar

sábado, 26 de novembro de 2005 18:16:00 BRST  
Blogger Daniel Aladiah disse...

caro Fernando
O fazer devia ser regrado,mas que piada tem não ser exagerado com regra?
Um abraço
Daniel

sábado, 26 de novembro de 2005 22:21:00 BRST  
Anonymous eduardo disse...

cronica maravilhosa, adorei.

domingo, 27 de novembro de 2005 02:23:00 BRST  
Anonymous Moacir Caetano disse...

concordo em gênero, número e grau! suplantemos a realidade, que é risível!

segunda-feira, 28 de novembro de 2005 17:46:00 BRST  
Anonymous Marcelo Cantalice Dias disse...

Fernandão,
Realmente o rio não calcula por onde passará...mas se houvesse este calculo o que seria da Vida?
Uma vida cheia de regras nem sempre é a melhor...como disse o equilíbrio é bom, mas de vez em quando devemos viver com mais intensidade, agregando novas emoções a um tempo que passamos despercebidos e quando vemos, não estamos mais lá. Crescer e perceber que virou adulto às vezes é chato, pois como é bom ter uma lado criança...a criança é como a natureza...não segue metas...Ela simplesmente vive, mas é claro que tem algo de bom no "adulto", quando este amadurece e p+ercebe que pode ser os dois.
Vejo que está virando um verdadeiro atleta, a cada dia(Texto) alcançando os seus limites e não contente ultrapassa-o. Evolução é o processo natural das coisas...e sabendo ler as bulas certas o excesso será saudável!!!
Mais uma vez grato,
Marcelo Cantalice...
Um dia a coragem virá e um Blog aparecerá...Continue sempre inspirando os amadores!!!

segunda-feira, 28 de novembro de 2005 19:36:00 BRST  
Anonymous Valéria disse...

eu gosto da dose certa! mas não sei qual é a dose certa! um beijo

terça-feira, 29 de novembro de 2005 08:20:00 BRST  
Blogger Princess disse...

Delimitar énomear o que não tem nome, é forçar o contar das horas,para coisas para as quais temos que muito nos demorar.A vida por exemplo.Teria graça, se tívessemos ao nosso lado alguém com um cronômetro?Assim como vc eu não suporto seguir medidas.Bom mesmo é andar na contramão é ter o vento na cara,é se entregar à vida sem receio,sem pressa, sem limitações e delimitações.Sonhar e viver é preciso!Beijo moço!

terça-feira, 29 de novembro de 2005 18:37:00 BRST  
Anonymous Rafa disse...

Dizer o que?
Falar que é mais um texto brilhante fica repetitivo né?
Passei pra te deixar um beijo..

terça-feira, 29 de novembro de 2005 20:56:00 BRST  
Anonymous Francisco Dantas disse...

Não seguir medidas, eis um problema. É a adrenalina dos jovens, que o tempo dosará na medida certa. Um abraço, Fernando.

terça-feira, 29 de novembro de 2005 21:44:00 BRST  
Blogger Claudia Perotti disse...

Belíssimo!
Mais um reflexão. Sou um exagero!
Beijos

quarta-feira, 30 de novembro de 2005 13:38:00 BRST  
Blogger Cristiano Contreiras disse...

Excesso ou mesmo a medida exata vai de cada ser; é intrínseco a cada um, cada indivíduo...não cabe a nós -alheios, de fora- aplicar a dosagem egoísta...

quarta-feira, 30 de novembro de 2005 18:39:00 BRST  
Anonymous Dayana disse...

Oi, Fernando: amei o texto! Voce como sempre, belissimo com suas palavras "evasivas" como tu memso diz... ehehehhe beijao!

sábado, 4 de março de 2006 15:38:00 BRT  
Anonymous Dayana disse...

Oi, Fernando: amei o texto! Voce como sempre, belissimo com suas palavras "evasivas" como tu mesmo diz... ehehehhe beijao!

3:38 PM

sábado, 4 de março de 2006 15:39:00 BRT  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial