terça-feira, outubro 13, 2009

O ponteiro invisível do tempo - II

Escrito em Janeiro de 2006




Repetia as mesmas palavras com poucos tropeços. Encorajava a si mesma, de uma coragem medrosa. Era só um recomeço. O silêncio das fotografias espalhadas no quarto somava o frio, que a desconfortava sempre neste instante, começo de noite. Não importa o tempo lá fora, o frio era sempre o mesmo.


Já não era mais uma menina. A juventude começou a desgastar as cores, as luzes perderam a intensidade. Sobraram apenas frestas de esperanças adolescentes, enfraquecidas pelas datas, quando completam novos aniversários. Pequenos brilhos. Restos, que na maioria das vezes, nunca conheceram sua forma completa. Metades de sonhos, solitárias, que não ousaram ensaiar finais para princípios de desejos, envergonhados por desrazões maiores. As coisas são quando há de ser, dizia vó. Mas o que será que há de ser, agora? O caminho não parece ruim, é verdade, mas falta força ao caminhar, pés já não seguem descalços sem que machuquem. Tudo fere. Os joelhos doem, de dor do coração. Sentada em sombra de aflições, soava uma canção aguda de suspiros breves, enquanto folheava saudades borradas em cadernos antigos, aposentados por invalidez do tempo. Rascunhos de amores. Ela tecia novos sonhos nos cantos dos olhos, apenas nos cantos, enquanto juntava seu corpo para tentar escapar de um frio que insiste em seu quarto por mais cobertores usados, ou maior número de agasalhos que sejam vestidos. Porque é um frio que vem de dentro.


Marcadores: , , ,

46 Comentários:

Blogger Claudia Perotti disse...

E quando o frio vem de dentro não tem jeito mesmo.

Belíssimo texto, Fernando!
Beijinhosssss

quarta-feira, 25 de janeiro de 2006 23:35:00 BRST  
Blogger Andreia Ramos disse...

Convém nunca nos agarrarmos ao passado, nao nos faz bem, nao nos deixa andar de frente para o futuro~!Lindo texto!
Obrigada pela visita no meu blog!
beijinho!

quinta-feira, 26 de janeiro de 2006 00:13:00 BRST  
Blogger sarahlangley59758066 disse...

I read over your blog, and i found it inquisitive, you may find My Blog interesting. So please Click Here To Read My Blog

http://pennystockinvestment.blogspot.com

quinta-feira, 26 de janeiro de 2006 06:07:00 BRST  
Blogger Fernando Rozano disse...

"rascunhos de amor", que maravilha, Fernando. A cada post melhor e mais afiado com a palavra. Parabéns. Abraços.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2006 07:36:00 BRST  
Blogger Dani F. disse...

Boa tarde Fernando...
faz um tempo, não cronometrado, que não apareço pro aqui..Melhor assim...cada visita uma surpresa como esta....
Eu ando... "tecendo novos sonhos nos cantos dos meus olhos"...
Que lindo!!!!!
Um abraço e obrigada pela visita

quinta-feira, 26 de janeiro de 2006 12:37:00 BRST  
Anonymous leila disse...

Resta de cada dor do caminho, encontrar um certo calor sábio para o frio do quarto. Mas, sem dúvida, que o tempo é sempre o certo para tanto.Meu beijo.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2006 12:52:00 BRST  
Anonymous Valéria disse...

e isso que depende do tempo...independe do tempo...
pq o tempo, de certa forma, também vem de dentro.
um beijo

quinta-feira, 26 de janeiro de 2006 15:51:00 BRST  
Blogger Ana disse...

Surpresas que a net dá. Vim nos teus passos e encontrei um quarto onde não há frio, mas o calor das palavras sentidas.
Um beijo.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2006 23:55:00 BRST  
Blogger Mónica disse...

Olá,

uma história muito sentida e muito lúcida, porque o frio vem sempre de dentro...

;)

sexta-feira, 27 de janeiro de 2006 06:59:00 BRST  
Blogger Musician disse...

Frio no coraçao é o pior que pode haver!
Gostei muito!
Beijinho*

sexta-feira, 27 de janeiro de 2006 11:51:00 BRST  
Anonymous Déa disse...

Dizem que com o tempo vamos nos acostumando com esse frio, com nós mesmos. Voltamos à essência, como quando éramos crianças. Espero que comigo seja saudável assim, por mais que doa, como toda transformação.
Você escreve muito bem. Gostei daqui!
Beijinhos

sexta-feira, 27 de janeiro de 2006 19:37:00 BRST  
Anonymous Garota Bossa-nova disse...

Palavras repetidas,gores desgastadas,sonhos pela metade.Uma heroína bem atual e neo-romântica.Além do frio que vem de dentro,só faltou o sono.Esse sono que me carrega pra cama e que me prende lá,por horas à fio.Vc não imagina o quento gosto de te ler,parece-me que estás aqui do lado,tão é a coloquialidade que tu impunges a teus textos.É mesmo incrível a menira como as vezes nossos posts se entrelaçam.Transmissões de pensamento ou afinidades bloguistícas?risos.Um beijo Nando,e venha me "ver" sempre.

sábado, 28 de janeiro de 2006 02:38:00 BRST  
Blogger Cristina disse...

Olá Fernando,
Obrigada pela visita ao meu mundo.
Tem um óptimo fim de semana
:)
Prazer e um beijinhu

sábado, 28 de janeiro de 2006 23:24:00 BRST  
Anonymous Débora Tavares disse...

percebo que você está aprimorando sua linguagem. adorei "rascunhos de amores" - posso plagear num poema? beijo.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2006 09:31:00 BRST  
Blogger damadespadas disse...

Este texto está brutal.
Realmente não há pior do que esse frio que vem de dentro...corta-nos a esperança...os próprios sonhos.
Um beijo agasalhado

segunda-feira, 30 de janeiro de 2006 20:51:00 BRST  
Blogger Pablo Araujo disse...

oi fernando, gostei dos teus textos, minicontos, poemas em prosa, que seja...são bons.

abraço

segunda-feira, 30 de janeiro de 2006 21:30:00 BRST  
Blogger Rubens da Cunha disse...

muito interessante este fluxo narrativo.
abraços
rubens

terça-feira, 31 de janeiro de 2006 21:39:00 BRST  
Blogger Alguém disse...

Por cá passei p/ através de um abraço agradecer a tua visita e ao mesmo tempo dar os parabéns pelo blog! Gostei!

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2006 06:54:00 BRST  
Anonymous Anônimo disse...

Oi Nando,

Muito legal seu texto invasor de almas:

Não importa o tempo lá fora
O frio era sempre o mesmo
A juventude começou a desgastar as cores
Metades de sonhos, solitárias
Que não ousaram ensaiar finais para princípios de desejos
Envergonhados por desrazões maiores
Tudo fere
Os joelhos doem
De dor do coração
Sentada em sombra de aflições
Rascunhos de amores
Porque é um frio que vem de dentro.


Abração

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2006 18:18:00 BRST  
Anonymous Menina Lua disse...

Os anos podem ser maravilhosos ou cruéis...

terça-feira, 7 de fevereiro de 2006 22:58:00 BRST  
Anonymous Pri disse...

oi fernando!
quero lhe mandar um e-mail.
nele explico melhor...
pode ser?
espero que sim!!!

Beijos!

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2006 16:19:00 BRST  
Anonymous Pri disse...

ei Fe,

qual é seu email?
esqueci de perguntar.

Beijos

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2006 13:04:00 BRST  
Anonymous Liliane disse...

Olá Fernando, quero agradecer pela visita e me desculpar
pela ausencia, sabe como é... depois das férias
as funções se acumulam, trabalho dobrado, mas aos
poucos tudo volta ao normal...
mtas bjoks!

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2006 20:19:00 BRST  
Anonymous Francisco Dantas disse...

Ô, Fernando Fernandez, por acaso tu és filho de Fernando? Onde estás que, há quanto tempo, não respondes? Onde estão tuas falas, teus textos? Quando retornarás, ó gaio? Um abraço.

sábado, 11 de fevereiro de 2006 14:28:00 BRST  
Blogger escrevi disse...

Queb texto tão bonito...
Cheio de sensibilidade.

Gostei muito

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2006 12:25:00 BRST  
Anonymous jb disse...

é como disse um poeta

"a vida é curta pra tantos joelhos"

[jb]

terça-feira, 14 de fevereiro de 2006 01:00:00 BRST  
Anonymous Anônimo disse...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2006 01:32:00 BRST  
Anonymous Anônimo disse...

Belo texto,

Quando vem o próximo?

Sou dependente dos seus textos.

Se não os leio-os, a angustia invade a minha vida.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2006 17:48:00 BRST  
Blogger reflexoes depois disse...

nÃO SER MENINA COM RASCUNHOS DE AMORES E SONHOS APENAS NOS CANTOS DOS OLHOS... É A VIDA PASSANDO... RÁPIDO, MUITO... BEIJOS

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2006 12:38:00 BRST  
Anonymous Rafaella disse...

Olá, frios assim a gente sente de vez em quando, como se nada pudesse nos aquecer, então eu acabo imaginando uma lareira bem quentinha, pra ver se sinto calor ao menos na ponta dos dedos...
Fernando, muito obrigada por sua visita ao meu blog, seja sempre muito bem vindo, porque aqui eu já vim pra ficar.
Beijo.

domingo, 19 de fevereiro de 2006 12:46:00 BRT  
Blogger Luís Monteiro da Cunha disse...

Olá amigo
Espero que esteja tudo bem contigo

Abraço

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2006 15:04:00 BRT  
Blogger EROS disse...

A vida é um vaivém de emoções e sentimentos... Muito bom texto, tens uma forma particular de escrever isso agrada-me...fico esperando os proximos...
Abraço.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2006 20:22:00 BRT  
Blogger Lukas disse...

Gostei do seu blog. Escreve bem. Tou t linkando, ok? Abraço

sábado, 4 de março de 2006 22:27:00 BRT  
Blogger Claudia Perotti disse...

Fê,

Não vai voltar não?
Beijinhos

domingo, 5 de março de 2006 10:00:00 BRT  
Anonymous Rafaella disse...

Olá Fernando, vindo rever o teu blog, eu me encantei com este texto. Até porque eu pude sentir o tal frio lá fora, e quis fazer também as buscas pelos meus novos sonhos.
A juventude, já não é mais um breve suspiro...
Beijos!

segunda-feira, 6 de março de 2006 01:38:00 BRT  
Blogger chama oculta disse...

Olá Fernando. Não sei se te lembras de mim mas comentavas o meu antigo blog. Vim dizer-te que voltei ao mundo da blogosfera e estou em http://chamaoculta.blogspot.com Beijo

segunda-feira, 6 de março de 2006 09:19:00 BRT  
Blogger Ana Carvalho disse...

Bonito

domingo, 12 de março de 2006 00:54:00 BRT  
Anonymous garota bossa-nova disse...

Saudades do fernando e das palavras do Fernando...Por onde anda o moço das letras?

domingo, 12 de março de 2006 01:37:00 BRT  
Anonymous Rafaella disse...

Magnifico teu blog. Fernando eu parei pra reler e ler teus posts antigos e amei cada um deles que ainda vou ficar um bom tempo aqui para terminar de ler todos eles...
Incrível.
Esta de parabéns, é incrivel!
Beijos

domingo, 9 de abril de 2006 17:44:00 BRT  
Blogger Incompreendida... disse...

Realmente...

...Falta forças pra camionhar, ou pra continuar caminhando!

domingo, 7 de maio de 2006 12:28:00 BRT  
Blogger mikeammons1670595036 disse...

Get any Desired College Degree, In less then 2 weeks.

Call this number now 24 hours a day 7 days a week (413) 208-3069

Get these Degrees NOW!!!

"BA", "BSc", "MA", "MSc", "MBA", "PHD",

Get everything within 2 weeks.
100% verifiable, this is a real deal

Act now you owe it to your future.

(413) 208-3069 call now 24 hours a day, 7 days a week.

terça-feira, 9 de maio de 2006 01:07:00 BRT  
Blogger Carla disse...

wow

segunda-feira, 19 de junho de 2006 09:06:00 BRT  
Blogger Elenita disse...

nossa....
.....
.....
.....

"a intensidade de um momento é medida na calmaria que o sucede."

vou reproduzir com os créditos,
espero que não se importe.

beijos

quarta-feira, 20 de setembro de 2006 02:31:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

finance idustrial all fico score.
bugiallis.
chasecreditcard.
chase credit card.
refinance mortgage loan.

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2007 13:49:00 BRST  
Anonymous Anônimo disse...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

sábado, 6 de junho de 2009 17:00:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

Simplesmente perfeito sem tirar nem por

Jess&ca

quinta-feira, 15 de outubro de 2009 18:11:00 BRT  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial