domingo, junho 12, 2005

Pulso

No mesmo lugar
Ela, a mesma
O sorriso o mesmo
Suas mãos seguravam
da mesma forma
Não eram as minhas, desta vez

Você consegue entender?

Um dia, me lembro
Ela
teve medo
Meus braços a contornaram
Num abraço
Com esmero
A acalmando
Hoje, eu tive medo
Quem irá me acalmar ?

Você consegue notar?

Essa inquietação
nas palavras
Estes versos
Num ritmo
Repetidos
Sem rima
Não é prática literária

É o meu coração
Batendo
Em desespero
Partido

Você consegue sentir?

Marcadores: , , ,

2 Comentários:

Blogger Rodrigo disse...

esse poema sim, é você. Muito bom mesmo! Abraço!

terça-feira, 21 de junho de 2005 10:52:00 BRT  
Anonymous Esdras disse...

"Você consegue ... ?"

Nos últimos tempos estou fazendo essa pergunta para mim mesmo, antes de fazer para ela, Eu consigo ?

terça-feira, 9 de agosto de 2005 13:24:00 BRT  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial