sexta-feira, maio 06, 2011

Pequenos Poemas - IV



Perfil - I



Ela derrota a felicidade pelo cansaço.

Confunde desejo com pecado,
alegria com loucura.

Erra consigo para não errar com os outros.
Culpa os outros
por errar consigo.

Sonha acordada,
se acorda sonhando.

Não acredita em expectativas,
ilusões.
Não acredita em destino,
compromisso.


Olha para os dois lados antes de atravessar suas vontades.

Refuga.
Não decide, pede opinião.


Fecha a porta de sua alma todos os dias,
no mesmo horário.
Espia pelo buraco da fechadura.


Abre a janela,
se esconde atrás da cortina.
Sorri na sala,
chora no quarto.

Deseja chances que já tem.
Teme impedimentos que não tem.
Ignora a saída, esquece onde entrou.

Não se entrega ao amor,
espera que o amor a tome.


A noite, usa a coberta como quem veste um escudo.




Fernando Palma


Obs: a reprodução dos textos é permitida contanto que haja devidas referências.Todas as produções são registradas.






PS: Texto antigo transformado em Poema.

Marcadores: , , ,

29 Comentários:

Blogger GarçaReal disse...

Que dizer?
Pois, senti-me perfeitamente enquadrada em algumas destas situações.
Usa a coberta como quem veste um escudo.....É isso
Lindo!

bj e bom fim de semana

sábado, 30 de junho de 2007 13:23:00 BRT  
Anonymous Danii disse...

MEU texto :D

sábado, 30 de junho de 2007 13:34:00 BRT  
Blogger eu disse...

Está, como eu, à espera.


D. Galinha

sábado, 30 de junho de 2007 22:35:00 BRT  
Blogger Karin disse...

nossa...lindo...me identifiquei demais....

Não se entrega ao amor,
espera que o amor a tome.

A noite, usa a coberta como quem veste um escudo.

clap clap clap...é o priemiro que leio dos seus...vou continuar a leitura...parabéns...

grande abraço..

domingo, 1 de julho de 2007 16:01:00 BRT  
Blogger delusions disse...

acho que todos acabamos por ter algum aspecto destes...

muito obrigada por todos os elogios no meu blog. bem-vindo e volte sempre.

bjs* boa semana

Sofia

domingo, 1 de julho de 2007 19:59:00 BRT  
Anonymous Sueli SIlva disse...

Ola
Boa Noite
Te achei em pesquisa da net,hoje vim fazer uma visita rapida,parabens pelo blog....e um lindo inicio de semana..beijoss

domingo, 1 de julho de 2007 22:03:00 BRT  
Blogger GarçaReal disse...

Não se entrega ao amor
Espera que o amor a tome...

Passando...relendo...relaxando

bj

segunda-feira, 2 de julho de 2007 11:23:00 BRT  
Blogger Maria Clarinda disse...

E que bonito ficou em poema...
Gostei muito. Jinhos mil.

segunda-feira, 2 de julho de 2007 12:09:00 BRT  
Blogger Saramar disse...

Sei não, mas esses versos têm muitoa ver comigo, muito mesmo.

beijos

segunda-feira, 2 de julho de 2007 16:39:00 BRT  
Blogger Antônio Alves disse...

Gosto de personagens que vivem sob sombras. Ato simbólico de proteção necessária (ou não) de todos os males do cotidiano. E o dia-a-dia é cheio de percalços. Há braços!


Antônio Alves
No Passeio Público
Postagens às quartas e domingos

segunda-feira, 2 de julho de 2007 18:45:00 BRT  
Blogger Milla Loureiro disse...

adoro essa maneira q escreveu o utlimo poema,eu gosto de escrever assim,fazendo a pessoa sentir e imaginar os momentos,se saiu muito bem!

=)

segunda-feira, 2 de julho de 2007 20:34:00 BRT  
Blogger lila ;) disse...

um pouco depois, venho aqui pra concordar com você: é melhor esperar o amor bater à sua porta do que sair em busca dele ;D

e parabéns, que texto perfeito.
até mais \o

segunda-feira, 2 de julho de 2007 21:44:00 BRT  
Anonymous Paula Foganholi disse...

Feeeer (desculpe a intimidade, mas como não se sentir intimo de uma pessoa q escreve teus sentimentos?? hehe)

Num consigo mais passar os dias sem vir aki pra ver qq tem de novidade, e ao entrar me surpreendo a cada dia....

bjux e boa semana!!!

terça-feira, 3 de julho de 2007 10:08:00 BRT  
Blogger João Cordeiro disse...

Sem saber e vindo nas asas de um sonho, aqui pousei… e gostei da beleza que encontrei.

Eles não sabem, nem sonham,

que o sonho comanda a vida,

que sempre que um homem sonha

o mundo pula e avança

como bola colorida

entre as mãos de uma criança.

(António Gedeão)

Abraço sonhador

terça-feira, 3 de julho de 2007 10:56:00 BRT  
Blogger Claudia Perotti disse...

Achei-me em diversas partes dessas letrinhas. Uia!

Beijinhossss

terça-feira, 3 de julho de 2007 14:05:00 BRT  
Blogger Ezy disse...

Amo tudo que postam nessa página
Achei lindo vc terem transformado este texto em poema.
O que não entendo é o seguinte: Texto
antigo transformado em poema.
Dé quem é o texto?
Sei que foi postado por Fernando Palma.O texto ou a transformação do texto em poema?

beijinhos

terça-feira, 3 de julho de 2007 19:33:00 BRT  
Blogger Fernando Palma disse...

Olá Ezy. É um texto meu, de Outubro de 2005:

http://fernandopalma.blogspot.com/2005/10/perfil-i.html

Obrigado pela visita e comentário!

terça-feira, 3 de julho de 2007 20:53:00 BRT  
Anonymous Francisco Dantas disse...

Já estou aguardando o Perfil II, Fernando. É bom quando podemos aproveitar um texto já pronto e conseguimos transformá-lo em poema, não é? Já não é o mesmo texto, pois a nova forma já se torna veículo de novas sensações, de novas afetividades. Muito bem. Um grande abraço.

terça-feira, 3 de julho de 2007 21:35:00 BRT  
Blogger cm disse...

um abraço e os meus parabéns pelo texto fluido, bem construido e tão cirurgico nas forma como expressa uma realidade tão mais próxima de nós...um abraço amigo

quarta-feira, 4 de julho de 2007 07:47:00 BRT  
Anonymous Gabi disse...

Já conhecia, memso assim foi muito gostoso re-ler...

Beijos da Gabi.

quarta-feira, 4 de julho de 2007 17:26:00 BRT  
Anonymous **TaTi** disse...

**refletindo**

... hum... uma certa identificação com o texto, para não dizer completa...

.. dito assim parece uma situação horrivel, mais na realidade não é tanto...

faz pensar... isso vale a pena!

**TaTi** ( O.o ainda surpresa por vc me achar no orkut hauhauahau)

quarta-feira, 4 de julho de 2007 19:12:00 BRT  
Anonymous Vanessa disse...

Nando, seu blog tá 10!! Beijos!

quinta-feira, 5 de julho de 2007 12:11:00 BRT  
Blogger GarçaReal disse...

Passando a ver se havia novidades...
Andas ausente e silencioso....

Bom fim de semana

bj

sexta-feira, 6 de julho de 2007 12:15:00 BRT  
Anonymous Edson Marques disse...

Você transforma prosa em verso.

Tão criativo, que acho que também transformaria pedra em verbo...



abraços, flores, estrelas...

sexta-feira, 6 de julho de 2007 12:24:00 BRT  
Anonymous Isabela R. disse...

Perfeito.

sexta-feira, 6 de julho de 2007 15:38:00 BRT  
Blogger Eu e Ela disse...

Versos para Eu e Ela, ambas confusas.
Gostei muito.
Bjs

segunda-feira, 9 de julho de 2007 15:53:00 BRT  
Blogger Fernanda Passos disse...

Belíssimo! Contradições, medos, facetas, personas, refúgios que buscamos em nós e nos nos outros.
Como sempre.................... ;)

Beijos.

quarta-feira, 11 de julho de 2007 13:23:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

eexatamente como eu...

quinta-feira, 4 de outubro de 2012 00:39:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

anomino muita legal cada verso um mais interesante do que o outro,

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014 15:11:00 BRT  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial