sexta-feira, novembro 06, 2009

Pequenos Poemas



A Montanha





Subi ao topo de nossas memórias,
pés descalços, olhos apertados, tentando enxergar na distância
o que estava próximo e ausente.
Conquistei o cume do que restou de tua presença,
as mãos firmes,
plagiando a rigidez da pedra.


Antecipei palavras.
Memorizei versos, antes de escrevê-los.
Julguei teu gesto
antes que a luz do movimento se acendesse.
No escuro eu já te enxergava.


Somos réus de um passado
com poucos ruídos.
Mascarando evidências
em caminhos contraditórios.


Tentando juntar lembranças
a simulações.
O que se recorda
ao que será esquecido.
Mas o esquecimento rejeita companhia.


Inútil
silenciar
o inevitável.


O silêncio é incapaz de mentir.


Inútil desviar
ao percorrer o caminho de volta.
O lugar que abriga o passado
não desiste da espera.


O que a conduta de teus olhos camufla,
permanecerá ,
como uma montanha escondida atrás da sombra.


Inútil
Desconcertar
quando se conhece a forma original.


O que nossos atos desconcertam,
a natureza se ocupa em reparar.


Não existem falsas histórias de Amor.


Fernando Palma, Novembro de 2006

Marcadores:

26 Comentários:

Blogger Rubens da Cunha disse...

poema intenso, o verso final é um destes achados: simples e poderoso. poema bom de dizer aos berros.

abraços
Rubens

segunda-feira, 9 de outubro de 2006 21:20:00 BRT  
Blogger Nanna disse...

Amar é o fato...

Beijos...
:)

terça-feira, 10 de outubro de 2006 00:54:00 BRT  
Blogger Deia disse...

Muito bom , como sempre.
com certeza todas as histórias de amor são verdadeiras, ainda bem.
beijos e lindo dia.

terça-feira, 10 de outubro de 2006 10:07:00 BRT  
Anonymous Clara disse...

Lindo-de-viver.
"O silêncio é incapaz de mentir"
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
nada a declarar.

terça-feira, 10 de outubro de 2006 17:49:00 BRT  
Anonymous Ana disse...

Bonito e verdadeiro. Cada frase...

terça-feira, 10 de outubro de 2006 18:36:00 BRT  
Blogger Mônica Góes disse...

Com certeza não existem falsas histórias de amor... existem apenas diferentes amores e formas de amar...

terça-feira, 10 de outubro de 2006 18:48:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

I enjoyed reading your blog very much. Thanks for taking the time to keep it going.
Shane
Great Fitness

terça-feira, 10 de outubro de 2006 18:56:00 BRT  
Anonymous sandra disse...

Belíssimo!! Também acho que histórias de amor são sempre verdadeiras (como canta o Chico: "mesmo sendo errados os amantes, seus amores serão bons")

terça-feira, 10 de outubro de 2006 19:32:00 BRT  
Anonymous Danii disse...

Olha eu passando por aki =p

Poxa rei fikei viajando muitoo ahaha
Muito bom =)

Ah! Antes q eu eskeça... mulher no espelho eh de Helena Parente :D

E to ateh relendoo

muitooo bom =)

bjo bjo!

terça-feira, 10 de outubro de 2006 21:31:00 BRT  
Blogger CeciLia disse...

Se não existem falsas histórias de amor, tampouco inventados personagens, não é mesmo, poeta?

Ah, preciso te ler mais. (talvez eu me entenda, então. Ou não.) Se preciso!

Abraço

terça-feira, 10 de outubro de 2006 21:43:00 BRT  
Anonymous Marcelo Cantalice Dias disse...

Explêndido...

quarta-feira, 11 de outubro de 2006 00:04:00 BRT  
Blogger hfm disse...

Gostei. Muito.

quarta-feira, 11 de outubro de 2006 07:10:00 BRT  
Blogger karvoeiro disse...

discordo. olá.

quarta-feira, 11 de outubro de 2006 12:47:00 BRT  
Blogger Leila Lopes disse...

não há desistências, algumas coisas guardadas, quando houve amor, estas ficam sim.
belo belo. bj

quarta-feira, 11 de outubro de 2006 13:26:00 BRT  
Blogger douglas D. disse...

a espera incansável desse lugar pouco visto, abrigo do que passou, suporta o amor?

sexta-feira, 13 de outubro de 2006 01:02:00 BRT  
Anonymous Arilson disse...

Meu querido poeta,

O silêncio pode ter mil intrepretações...

Uma das intrepretações muis comum é a de dor, ela às vezes vem tão forte que paralisa as suas vítimas.

O fatático de vc é que a dor não o paralisa.

Vc dá a volta por cima, volta a escrever como nunca, volta a sonhar, volta a amar, volta a viver.

Parabéns por esta lição de vida e por compartilhar seus momentos conosco através da explosão de sensiblidade e criatividade dos seus textos.

Muita paz e serenidade, abração do seu amigo Arilson

sexta-feira, 13 de outubro de 2006 13:18:00 BRT  
Blogger Elenita disse...

Adoro.

sexta-feira, 13 de outubro de 2006 13:43:00 BRT  
Anonymous Garota bossa-nova disse...

Tão lindo o que vc escreve Nando!Puxa!Sem palavras por hoje!Deixa eu sentir e conversar por dentro,manter esta nossa conexão etérea,que dispensa comentários!

sexta-feira, 13 de outubro de 2006 14:16:00 BRT  
Anonymous Débora Tavares disse...

"Não existem falsas histórias de amor". adorei, Fernando! abraços!

sexta-feira, 13 de outubro de 2006 17:35:00 BRT  
Blogger Segunda Pele disse...

Esse final arrasou.

sexta-feira, 13 de outubro de 2006 23:17:00 BRT  
Anonymous Rafaella disse...

Geralmente, uma só frase me chama realmente a atenção.
Mas desta vez... Eu preciso admitir que várias partes eu li, e parei pra pensar "nossa... é mesmo..."
Genial como sempre meu querido Fernando.

'No escuro eu já te enxergava.'

'o esquecimento rejeita companhia.'

perfeita! = 'O silêncio é incapaz de mentir.'

etc... etc... etc...

Lindo!
Beijos!

domingo, 15 de outubro de 2006 22:57:00 BRT  
Blogger Claudio Eugenio Luz disse...

Apenas estas palavras já bastariam para lhe dizer da genialidade desse poema:O que nossos atos desconcertem,
a natureza se ocupa em reparar.

hábraços

segunda-feira, 16 de outubro de 2006 14:30:00 BRT  
Blogger Camis disse...

Primeira vez que venho no seu blog e certamente virei todos os dias,de hoje em diante....parabens pelo talento e pela sensibilidade...belissimo poema.

quinta-feira, 3 de maio de 2007 18:33:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

Horrivel, nao tem nada a ver , porcariia de site , quii coiisa maiis sem graça, hahaah...

terça-feira, 23 de novembro de 2010 10:24:00 BRST  
Anonymous bebel disse...

muito bom!

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010 15:29:00 BRST  
Blogger eliana gata disse...

adorei esas frases prinsipalmente a de distansia que amar uma pesoa distante e muinto sofrimento

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012 22:15:00 BRST  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial