quinta-feira, dezembro 22, 2011

Pequenos Poemas - I

I


Aprendi a me conhecer
lentamente.
A mudar
rapidamente.


Quando me descubro já não sou.






II


Nunca estou satisfeito com que pude fazer,
com o que pude realizar.
O que pude dizer,
o que fui capaz de sentir.


Sou perfeccionista com o passado.


Protegi meus sonhos
em mantas grossas de mentiras
os ombros cobertos, como uma criança adormecida.
Tentando escapar do frio de palavras.


Por um pequeno descuido, um ínfimo deslize,
declarei meus segredos ao mundo.
As respostas chegaram
em forma de versos.


Atrevi a desconhecer-me
e então me reconheci.




Fernando Palma, Setembro de 2006

Marcadores:

42 Comentários:

Blogger Lucinha Horta disse...

gente! vc he mineiro? nem imaginava...

segunda-feira, 11 de setembro de 2006 21:53:00 BRT  
Anonymous leilalopes disse...

O melhor caminho dentro de nós é lento e sem poesia a vida não vale uma linha.bj

segunda-feira, 11 de setembro de 2006 22:09:00 BRT  
Blogger Claudia Perotti disse...

Querido,

Como é bom tê-lo de volta.
Senti tanta falta das tuas letrinhas, sabia?

Sentimos as coisas de forma parecida e parece que nas tuas letras a minha alma se esconde.

Beijinhossssssss

segunda-feira, 11 de setembro de 2006 22:19:00 BRT  
Anonymous Marcelo Cantalice disse...

De volta a ativa, a todo vapor como uma louca locomotiva fugindo dos trilhos...é isso aí meu velho!!!
Feliz em rever-lo aqui...
E no dia do meu Aniversário...
Um Abraço

terça-feira, 12 de setembro de 2006 11:21:00 BRT  
Anonymous Garota bossa-nova disse...

Bom te ver/ler de novo.Vc diz sempre coisas tão doces,com palavras tão claras e rasas.Nunca estar satisfeito pode ser bom.Pois indica que queremsoe podemos sempre ser melhores do que somos.Podemos sempre crescer e virar pessoas melhores.Não é mesmo?Um abraço grande pra vc e até breve!Não suma de novo por aqui!

terça-feira, 12 de setembro de 2006 17:56:00 BRT  
Anonymous patricia disse...

Belo retorno!

quinta-feira, 14 de setembro de 2006 12:31:00 BRT  
Blogger Claudio Eugenio Luz disse...

Daí, demorou mas veio com tudo. Nessa re-descoberta é que a gente se encontra.

hábraços

quinta-feira, 14 de setembro de 2006 14:51:00 BRT  
Anonymous carlos sena disse...

Oi fernando!
muito legal seu blog...muita coisa boa aqui...boa mesmo...

quinta-feira, 14 de setembro de 2006 22:26:00 BRT  
Blogger marcia cardeal disse...

ah...que bom vê-lo de novo aqui!!!bjs

quinta-feira, 14 de setembro de 2006 23:39:00 BRT  
Blogger Iúna disse...

olha só! vc é poeta amigo do poeta (Moacir Caetano). Obrigada pela visita em meu blog, que posso dizer mais do que: foi uma honra pra mim?

sexta-feira, 15 de setembro de 2006 08:35:00 BRT  
Blogger Elenita disse...

Nossa, qe legal isso aqui...
Adorei seu espaço. Um beijo.

quarta-feira, 20 de setembro de 2006 02:28:00 BRT  
Blogger Borboletinha disse...

Que perfeição! suas palavras... era como se eu estivesse lendo minha própria alma...meus sentimentos mais intimos...o eu interior descoberto! perfeito!
Bravo! até breve...
xeiros amelísticos pro'cê.

sábado, 23 de setembro de 2006 10:35:00 BRT  
Anonymous martacantalice@yahoo.com.br disse...

Querido Fernando Palma, que conheci tímido, calado, cabreiro e desconfiado...
Quem diria que escondia nas elocubrações discretas tanta arte, tanta sensibilidade e tanto auto conhecimento.
Parabéns pela palavra que o liberta de si mesmo!
Marta Cantalice
mãe de Marcelo.

domingo, 1 de outubro de 2006 18:20:00 BRT  
Blogger o frango atirador disse...

Ola Fernando...estou começando 1 blog...se puder me dar uma força...não sei como começo a divulgar..
http://ofrangoatirador.blogspot.com/

domingo, 24 de fevereiro de 2008 14:27:00 BRT  
Blogger rebeka disse...

ADOREI ESSES POEMAS LAGAIS BJOSS..

sábado, 16 de janeiro de 2010 13:22:00 BRST  
Anonymous Anônimo disse...

e muito porreiro

segunda-feira, 14 de junho de 2010 08:42:00 BRT  
Blogger layza disse...

*-*

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011 16:41:00 BRST  
Blogger ErikaH Azzevedo disse...

E já dizia clarice se desconhecer exige coragem... eu sempre me acrescento qdo me desconheço, é a busca do se reconhecer que nos leva a crescer...e o escrever é o caminho, essa longa jornada.

Abraço

Erikah

quinta-feira, 19 de maio de 2011 20:24:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

olá Fernando, você continua postando???

sexta-feira, 9 de setembro de 2011 20:57:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

Ai que lindo....

quinta-feira, 6 de outubro de 2011 01:27:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

Muito lindo²...

quarta-feira, 12 de outubro de 2011 21:21:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

Quando agente acha ke sabe todas as resposta vem a vida e muda todas as perguntas

quarta-feira, 12 de outubro de 2011 23:40:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

Eu imaginava que seria assim,mais a vida não é feita de ocaziões mais sim de fatos marcantes.
Obrigada
Mariana

quinta-feira, 13 de outubro de 2011 16:18:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

ñ tem mais geito tudo passo u nosso romanse acabou
chega de sofrer vo mi afastar di quem ñ mi acresenta nada

sábado, 29 de outubro de 2011 18:23:00 BRST  
Anonymous Anônimo disse...

pow os poemas sao muito maneiros mais a eu queria ria um poema para mostra minha amiga que eu gosto dela mais do que amigo!

sábado, 29 de outubro de 2011 18:58:00 BRST  
Anonymous Anônimo disse...

Se UM Dia Vooc
Acordaar E Estiver
Sendo Levado Por Um Monte De
Formiguinhas...
('')/
(_ )
(_ )\
('')/
(_ )
(_ )\
E Beim Feitoo Qeim Manda Vooc Ser
Umaa Pessoa Doce?!
Heim!!
Bjins NathSapekaa Aki *-*

terça-feira, 1 de novembro de 2011 14:53:00 BRST  
Anonymous keven disse...

adorei esses poemas tenho k fazer um trabalho da escola e esse cai muito bem!!!!!!!!!!

quarta-feira, 16 de novembro de 2011 22:34:00 BRST  
Anonymous Anônimo disse...

aaaddddoooorrreeeiiiiii

sexta-feira, 25 de novembro de 2011 18:29:00 BRST  
Anonymous Anônimo disse...

adorei os poemas

terça-feira, 27 de dezembro de 2011 11:53:00 BRST  
Anonymous Anônimo disse...

adorei o poema fernado érfeito para minha liçao de casa

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012 16:14:00 BRST  
Anonymous Anônimo disse...

* perfeito desculpas

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012 16:15:00 BRST  
Anonymous Anônimo disse...

Poesia há sempre de ser assim : poucas palavras, revelações estranhas de verdades que não são nossas, mas adotamos... e passam a ser, porque de repente começamos a pensar no sentimento que se revela em nós, o que era só seu. Obrigada! Ìdialuz.

terça-feira, 6 de março de 2012 19:42:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

Leva tempo pra criar um sentimento.
E levo horas pra te esquecer, e dias pra criar
coragem! em tempos que nem eu acredito no amor,
so me vejo com seu amor.

terça-feira, 10 de abril de 2012 21:10:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

Amei seus poemas,leva as pessoa longe nos pesamentos as vezes faz até chora !!

quinta-feira, 19 de abril de 2012 15:22:00 BRT  
Blogger ester.vitoria2 disse...

e verdade tem coisas na vida que pode ter caminhos dificies na linha mais poesia sempre estar la neverdade ;;;;;;

terça-feira, 8 de maio de 2012 10:38:00 BRT  
Blogger ester.vitoria2 disse...

espaço ata entendi obrigado?

terça-feira, 8 de maio de 2012 10:40:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

essesaite é uma merda

segunda-feira, 21 de maio de 2012 22:09:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

eu tanbem amo seus poemas vico muito em mocionada quando eu leioti amo muito meu anjo lindo obg herbert ti amo bjjjj

quinta-feira, 31 de maio de 2012 17:12:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

e sim leilalopes

segunda-feira, 16 de julho de 2012 16:20:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

rsrs gostei :)

terça-feira, 14 de agosto de 2012 21:53:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

parabens é muito lindo até chorei

quarta-feira, 29 de agosto de 2012 22:06:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

te amo d++++++++++++++++++++++++++++++++ vovo voce e super legal
<3

quarta-feira, 31 de outubro de 2012 15:33:00 BRST  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial